Encontre seu VIC

Entenda a composição de renda para garantir seu apê

SE VOCÊ SONHA EM CONQUISTAR A CASA PRÓPRIA, MAS NÃO TEM O ORÇAMENTO NECESSÁRIO, A COMPOSIÇÃO DE RENDA É A SOLUÇÃO!

 

Já dizia o poeta: “Sonho que se sonha junto é realidade.” Se o seu sonho é conquistar a casa própria, você precisa saber mais sobre a composição de renda. Continue lendo e descubra todas as vantagens da composição de renda para financiamento imobiliário.

O que é composição de renda?

Composição de renda é a soma do salário de duas ou mais pessoas para o financiamento de um imóvel.

Funciona assim: suponhamos que você tenha uma renda mensal de R$ 2 mil e que uma pessoa próxima a você também ganhe R$ 2 mil. Pode ser namorado, noivo, companheiro, pai, mãe, amigo… É calculado o valor bruto da renda e, nesse caso, a composição de renda equivaleria a R$ 4 mil.

E nem precisa ser alguém da família – você também pode fazer a composição de renda com amigos! Dependendo do tipo de financiamento imobiliário, ela pode ser feita por um número diferente de pessoas.

Quais são os benefícios da composição de renda para o financiamento imobiliário?

A composição de renda facilita (e muito!) o financiamento de um imóvel. Veja só como esse recurso pode te ajudar a conquistar a casa própria:

  • Aprovação facilitada

Para você ser aprovado em um financiamento de imóvel, a parcela desse financiamento não pode ser maior do que 30% da sua renda. Por exemplo: se você ganha R$ 2 mil, a parcela do financiamento deve ser menor do que R$ 600.

Essa é uma exigência do banco para ter a certeza de que o seu salário é suficiente para você quitar as prestações. Infelizmente, dependendo do quanto você ganha, o financiamento imobiliário pode ser recusado.

Porém, se você juntar seu salário com o de outras pessoas, a renda total passa a ser maior, garantindo a segurança que o banco precisa para aprovar o financiamento.

  • Maior valor financiado

Juntando seus ganhos com os de outras pessoas, você consegue financiar um valor maior e, consequentemente, pode comprar o apartamento do jeitinho que sempre quis.

Vamos ao exemplo prático: se você ganha R$ 2 mil, só consegue um financiamento com parcelas de R$ 600 (lembra dos 30% que falamos anteriormente?). Com esse valor, o banco só vai aprovar o financiamento de um imóvel mais barato.

Por outro lado, incluindo o salário de R$ 1.500,00 de um familiar, sua composição de renda chega a R$ 3.500,00, e a parcela do financiamento pode ser de até R$ 1.050,00. Não é muito melhor?

  • FGTS na entrada

Agora você já sabe que, somando os seus ganhos com os de outras pessoas, é possível conseguir a aprovação de uma prestação maior no financiamento imobiliário. Mas sabia que, com a composição de renda, também dá para aumentar o valor da entrada?

Basta somar o FGTS de todos que estão participando da composição de renda. E quais são as vantagens de dar um valor de entrada maior? Muitas! Usando a soma do FGTS na entrada, você diminui o custo total do financiamento, pode reduzir o número de parcelas e, consequentemente, o tempo de pagamento.

O programa Casa Verde e Amarela aceita composição de renda?

Sim! Além de conceder subsídio, prazo para pagamento e juros reduzidos, o Casa Verde e Amarela, programa habitacional do Governo Federal, permite a composição de renda com outras pessoas. Para saber se você pode participar do programa, clique aqui.

Com quantas pessoas eu posso fazer a composição de renda?

Recomendamos que a composição de renda seja feita por até quatro pessoas. Dá para incluir você, seu marido ou esposa, o filho maior de idade e até a avó.

Falando em avós, a idade é outro fator que influencia na composição de renda para o financiamento imobiliário. Geralmente, o banco considera a pessoa mais velha para que ela faça o financiamento. Se você tem 30 anos e a composição será feita com seu pai, de 65, o cálculo do prazo de pagamento será focado no seu pai. Isso pode deixar o tempo de pagamento mais curto, e as parcelas, mais altas.

Quais são as exigências da composição de renda?

Todos os envolvidos na composição de renda passam pelo mesmo processo de documentação e análise de crédito. Além disso, todos devem ter o nome limpo, ou seja, regularidade cadastral, sem pagamentos em atraso, dívidas e inadimplência.

Isso também vale durante o financiamento. Se um dos participantes se torna inadimplente, o imóvel pode ser penhorado.

Outro fator importante é que, durante todo o tempo do financiamento, os participantes da composição de renda não poderão participar de alguns programas habitacionais nem solicitar outro financiamento imobiliário.

Na composição de renda, o imóvel é só meu?

Não! Todos que contribuem na composição de renda têm os mesmos direitos, ou seja, todos são proprietários do apartamento. E se um dia eu quiser vender? Só será possível com a aprovação dos outros.

Por isso, antes de decidir pela composição de renda, escolha pessoas em quem você confia.

Quer comprar um apartamento usando a composição de renda?

Confira os lançamentos da VIC Engenharia e escolha o apartamento perfeito!

Os principais produtos produzidos pela VIC são condomínios residenciais destinados ao programa Casa Verde e Amarela, em parceria com a Caixa Econômica Federal. São mais de 40 mil unidades em incorporação, em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal.

Para tirar dúvidas sobre composição de renda no financiamento imobiliário, fale com a gente!




Veja também


Taxa de condomínio: Entenda o que é e como funciona

Taxa de condomínio: Entenda o que é e como funciona

A taxa de condomínio é um recurso essencial para a manutenção e o funcionamento da estrutura compartilhada pelos moradores de um prédio. No entanto, é uma despesa que ainda gera dúvidas em muitas pessoas, principalmente em relação ao uso e composição da mensalidade. É...