6 cuidados indispensáveis com crianças na piscina do condomínio

Durante o verão, muitas famílias aproveitam os dias ensolarados para levar as crianças para a piscina. Quando se tem uma no condomínio, então, a comodidade é ainda maior. Esse, inclusive, é um ótimo passatempo, pois além de divertido, faz muito bem  à saúde.

Para os pequenos, já foi comprovado que a natação é extremamente benéfica ao desenvolvimento físico e mental. Além de trabalhar diversos músculos, ela também aprimora a capacidade cardiorrespiratória, o equilíbrio e a capacidade de aprendizagem.

A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda, inclusive, que a prática comece aos 6 meses de idade. Já conhecemos a importância dos esportes na infância, e a natação é o único sem contraindicações para qualquer idade.

No entanto, sem o devido cuidado, ela pode ser perigosa,  pois afogamentos são uma das maiores causas de morte infantil no país. Além disso, podem ocorrer outros acidentes, como ferimentos.

Portanto, é preciso atenção com crianças na piscina, já que 2 segundos de descuido são suficientes para causar um problema. Por isso, vamos te ensinar algumas dicas para garantir essa precaução.

1 – Sempre tenha um adulto presente

Crianças menores de 4 anos devem sempre estar acompanhadas de adultos na piscina, em até um braço de distância. Porém, mesmo crianças mais velhas devem ser supervisionadas, para evitar imprevistos como engasgos ou câimbras, por exemplo.

2 – Não confie só nas boias

O uso de boias é extremamente necessário para ajudar a criança a nadar. Entretanto, é importante que um adulto responsável continue de olho a todo momento. Mesmo com boias ainda há risco de acidentes.

3 – Atenção com a profundidade da piscina

O ideal em piscinas de uso infantil é que o nível da água esteja abaixo da altura do peito da criança. Porém, mesmo em piscinas mais rasas ocorrem acidentes, por isso a presença de adultos por perto é sempre necessária.

4 – Muito cuidado com a sucção

Muitos acidentes com crianças na piscina ocorrem devido sucção da bomba. Por sua pressão forte,  pode acabar puxando roupas, cabelos e até mesmo partes do corpo, como braços e pernas,  ocasionando assim  ferimentos, hematomas e até afogamentos.

Portanto, é importante avisar as crianças de antemão para terem cuidado com essas áreas. Além disso, os adultos devem conhecer onde fica o interruptor da bomba, para desligá-la em casos de emergência.

5 – Brincadeiras na borda podem ser perigosas

Muitas crianças gostam de brincar nas bordas da piscina. Entretanto, essas brincadeiras podem ser perigosas, pois o piso molhado facilita que a criança escorregue e se machuque. Portanto, alerte-as dos perigos e procure evitar que fiquem nessa região.

6 – Cloro e outros produtos químicos

Para a limpeza das piscinas, é muito comum o uso de produtos químicos, como o cloro. Entretanto, apesar de necessário para eliminar microrganismos, em excesso ele pode causar irritações na pele, no nariz e nos olhos. Portanto, é importante garantir que seus níveis sejam adequados, assim como o pH correto da água.

São muitos os cuidados necessários para garantir a segurança das crianças na piscina. Entretanto, toda essa precaução vale a pena. Além das muitas  vantagens para a saúde, a piscina continua sendo uma das atividades favoritas das crianças. E nada melhor que ver seu filho feliz, não é mesmo?00

E se no seu prédio a piscina não for uma opção, não se preocupe! Confira esse nosso outro post com solução para uma área de lazer.




Veja também


5 dicas para umidificar o ar da sua casa

5 dicas para umidificar o ar da sua casa

O dia 21 de junho marca o início do inverno, e, com ele, chega o momento de tirar os casacos do armário e aproveitar as temperaturas mais amenas. No nosso país tropical, o frio pode ser um alívio do calor excessivo, porém ele também traz algumas dificuldades. Um dos...

Betim ou Contagem: Qual a melhor cidade para morar?

Betim ou Contagem: Qual a melhor cidade para morar?

A compra da casa própria é, com certeza, um passo muito importante na conquista da independência. As pessoas se esforçam anos e anos para alcançar esse objetivo. Porém, para que esse sonho não se torne um pesadelo, é importante ter certeza que está fazendo a escolha...